É cada vez mais comum as pessoas sentirem-se insatisfeitas com sua rotina diária. Levantam cedo, vão de casa para o trabalho, do trabalho pra casa e esse ciclo se repete até que chegam as merecidas férias. Então finalmente preparam alguma viagem especial (às vezes nem assim). Todo mundo gosta de viajar, se pudéssemos, viveríamos viajando. Mas o compromisso com o trabalho sempre atrapalha na hora de por os planos em prática. E se você conseguisse conciliar compromisso profissional e prazer e, AINDA, pudesse viajar por aí trabalhando?

Hoje vou contar um pouco da experiência que tive ao trabalhar viajando como consultora a SÓS e dar algumas dicas para que você também consiga realizar este sonho.

Objetivo: 15 dias em Portugal e Amsterdã

O primeiro passo para realizar aquela viagem que parece impossível é estabelecer claramente seus objetivos e metas e colocar no papel. Meu objetivo era: uma viagem para duas pessoas (eu e meu marido) por um período de quinze dias pela Europa (mais especificamente em Amsterdã e alguns pontos de Portugal).

Feito isso, já tinha como começar meu planejamento de viagem. E com o planejamento é preciso determinar todos os obstáculos que surgirão: quanto de dinheiro é suficiente? Quem vai olhar minha casa? E os cachorros? Diversos detalhes do dia a dia se tornam importantes. Porém, elencar os problemas torna mais fácil pensa-los e resolvê-los. No meu caso, como eu iria gerenciar minha equipe de vendas, por exemplo? Afinal, eu não podia simplesmente parar de trabalhar para viajar.

 

Metas: superando os obstáculos 

Visualizando meus obstáculos foi mais fácil determinar as metas que eu precisaria atingir para obter sucesso. Isto é muito importante, pois enquanto não focamos em nosso planejamento, os obstáculos parecem ser muitos e insuperáveis. Mas delimitar com clareza, permiti avaliar melhor esses obstáculos e podemos definir as estratégias para vencê-los. Para alcançar meu objetivo eu precisaria atingir as seguintes metas:

  • levantar e gerenciar todos os custos da viagem,
  • economizar um pouco no meu estilo de vida para diminuir custos e
  • vender uma quantidade suficiente de produtos como consultora para cobrir os custos da viagem.

Antes de qualquer coisa, é importante reconhecer que se você, assim como eu, trabalha como consultora, ou possua qualquer outro tipo de trabalho onde seu horário é de certa forma flexível, você já possui uma vantagem. Nós não temos necessariamente que “bater ponto” na empresa, nós podemos “criar”, por assim dizer, nossa própria escala de trabalho. O que é muito favorável se você pretende trabalhar viajando. O fato de você ser livre com seu tempo e espaço profissional, torna possível você conciliar viagem e trabalho. Basicamente se você tem um computador (ou um celular, ou tablet, dependendo sua necessidade) e conexão com a internet, você pode trabalhar de qualquer lugar do mundo!

Porém, atenção: se você tem um trabalho com horários flexíveis (como das consultoras a SÓS, clique no link e conheça essa oportunidade) é preciso ter muita organização para manter o foco em suas metas e conseguir acumular o valor necessário de sua viagem.

 

Planejamento financeiro

Possuir um planejamento financeiro trata-se de uma prática para o resto da sua vida. Não é uma questão de fazer um controle financeiro apenas nos momentos em que você pretende comprar alguma coisa especial, ou fazer uma viagem, nesse caso. Trata-se de sempre manter um controle de todos os seus ganhos e gastos, só assim você terá noção de como sua vida financeira funciona. Assista este vídeo sobre gestão financeira e entenda melhor como monitorar seu dinheiro.

Lembre-se que você planejar todos os custos da viagem e ainda manter uma reserva de segurança (de no mínimo 10%), pois raramente não acontecem imprevistos.

Pesquise seu destino

Lembre-se também de pesquisar sobre a região a qual você pretende viajar. Parece muito básico, mas conhecer as leis do país, hábitos das pessoas da região, seus costumes e cultura, é muito importante tanto para aproveitar melhor seu passeio quanto para não prejudicar o seu trabalho. Todos nós temos algum destino para a nossa viagem perfeita, mas será que é uma região que ofereça uma estrutura decente para você trabalhar tranquilamente?

Lembre-se que estamos falando sobre “viajar trabalhando”, por isso não pode existir a possibilidade de você descobrir que não terá condições de trabalho apenas quando chegar no local.

Pesquisar sobre a segurança do seu destino também é vital. Ter seu celular ou notebook roubado, além de ser um prejuízo é um ponto muito negativo de sua viagem, vai impedir você de trabalhar durante a viagem!

 

 

Mantenha-se conectado, mas nem tanto

Possuir um planejamento financeiro trata-se de uma prática para o resto da sua vida. Não é uma questão de fazer um controle financeiro apenas nos momentos em que você pretende comprar alguma coisa especial, ou fazer uma viagem, nesse caso. Trata-se de sempre manter um controle de todos os seus ganhos e gastos, só assim você terá noção de como sua vida financeira funciona. Assista este vídeo sobre gestão financeira e entenda melhor como monitorar seu dinheiro.

Lembre-se que você planejar todos os custos da viagem e ainda manter uma reserva de segurança (de no mínimo 10%), pois raramente não acontecem imprevistos.

oviamente você vai precisar manter-se conectado com a internet (tanto para trabalhar como para postar suas belas fotos nas redes sociais). Então é vital pesquisar a qualidade da internet no seu local de destino, especialmente se você vai para fora do país. Lembre-se que determinadas áreas podem não possuir sinal ou oferecer uma internet muito ruim.

Você também precisará considerar seu “hardware”. Para trabalhar a distância é preciso de um computador móvel, seja tablet, celular ou notebook. Eu optei por levar apenas o celular, devido a praticidade. Hoje o celular permite realizar muitas ações e pode ser levado para qualquer lugar. Mas fique atento, se seu celular ou notebook está muito “velhinho”, pode ser necessário inserir nas suas metas a compra de um novo aparelho. Afinal, ele será seu escritório nas férias.Porém, não se esqueça de algo importante: aproveitar sua viagem. Não esqueça de incluir no seu planejamento, ações, pessoas e condições que ajudem a diminuir sua carga de trabalho e que possam resolver situações emergenciais. Viagem também é lazer e descanso, trabalhar demais será um desperdício da sua viagem. Organize-se para ter que trabalhar apenas no necessário para poder curtir sem ficar preso no celular para resolver qualquer probleminha.Realize seus sonhos

Trabalhar viajando, no final das contas, não é um ideal de vida assim tão impossível quando pensamos com objetividade. Planejar é a alma do negócio! E se sua profissão te permite, em algum momento, uma certa flexibilidade em relação ao seu espaço e tempo de trabalho, você pode aproveitar essa vantagem a seu favor.

Então pare de sonhar, e coloque seus objetivos e metas no papel. Se você se empenhar, certamente conseguirá alcançar aquele seu objetivo, por mais difícil que pareça.

QUERO SER CONSULTORA

Conheça melhor esta oportunidade.

Informe seus dados e entrarei em contato com você!